:: HISTÓRICO COBRASCAM

A Cooperativa Brasileira dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens Ltda., fundada em 15 de janeiro de 1988, tem por objetivo defender os interesses econômicos e o bem estar de seus cooperados, propondo-se a:

1- Angariar para os associados o maior volume de cargas possíveis, tendo em vista garantir-lhes mercado de trabalho regular, bem como eliminar a ação dos dirigentes de transporte intermediário e/ou especulador;

2- Assegurar remuneração justa e condinzente pelo transporte de cargas contratadas e a estabilidade de preços de fretes;

3- Proporcionar sob todos os meios ao seu alcance, melhores condições para o desempenho do trabalho profissional;

4- Instruir um serviço de Assistência Jurídica destinado a proporcionar à Cooperativa todo o amparo que eventualmente venha a necessitar, bem como assessoramento à Diretoria;

5- Realizar com Companhias Seguradoras de comprovada idoneidade, convênios e seguros para veículos, cargas transportadas, riscos contra fogo ou ainda de responsabilidade civil;

6- Treinamentos através de cursos, palestras, seminários e encontros de trabalho para valorização pessoal e profissional do cooperado e empregado da Cooperativa, que visem a educação cooperativista e o bom desenvolvimento da COBRASCAM;

7- Prestar assistência técnica, educacional e social aos cooperados, seus dependentes e empregados da COBRASCAM;

:: A gestão das atividades da Cooperativa processar-se-á por deliberação e autuação dos seguintes órgãos:

1- Assembléia Geral dos Cooperados, de características: Ordinária ou Extraordinária;

2- Conselho de Administração;

3- Conselho Fiscal.

Respaldada pelo Sindicato dos Caminhoneiros, a COBRASCAM iniciou suas atividades através do cliente Petrobrás Distribuidora S/A, no transporte de cargas liquidas e óleos lubrificantes embalados.

Com 22 anos de experiência, é hoje a maior cooperativa a serviço da BR, tendo como especialidade as transferências e distribuição de combustíveis.

Possuindo filiais em todo o território nacional, a COBRASCAM tem em seu portifólio empresas de grande porte como, Petrobras Distribuidora S.A., Transpetro e CENPES - Centro de Pesquisas da Petrobras, o que espelha a qualidade de seus serviços.


POLÍTICA DE QUALIDADE
Fidelizar nossos clientes e cooperados através de um processo administrativo que garanta qualidade, rapidez e segurança.

No desenvolvimento de serviços que visam satisfazer as suas necessidades e expectativas, movidos pelos seguintes objetivos:

1. Melhoria contínua das nossas ações;
2. Capacitação das pessoas;
3. Atendimento aos requisitos legais;
4. Aplicação de programas de Segurança e Treinamento.

Para vencer grandes desafios é necessário estar preparado. A gestão eficiente de uma frota permite potencializar a utilização dos veículos e oferecer diferenciais competitivos aos clientes com segurança e sem precisar pagar mais por isso. Nessa caracterização, a COBRASCAM tem na manutenção da frota uma de suas prioridades. São efetuadas revisões periódicas em toda frota. Os veículos são rastreados com tecnologia de última geração. Com mais segurança à mão, é possível atender melhor os clientes e cooperados e oferecer maior confiabilidade nos processos de carregamento, descarregamento e programação.

Rapidez, confiabilidade, preços competitivos, respeito em todos os níveis de relacionamento. Qualidade, além de cuidados e planos voltados para a preservação do meio ambiente, são pontos basilares para qualquer planejamento logístico.

Temos como filosofia a geração de soluções, objetivando atender necessidades específicas de movimentação de cargas. Estudo constante de novas alternativas com o intuito de contribuir não só para melhorias e crescimento do setor de transportes rodoviário de cargas como também para o desenvolvimento da sociedade.


OBJETIVOS

1- Alcançar vantagens lícitas e sócio-econômicas aos seus cooperados, promovendo o estímulo, desenvolvimento progressivo, facilitar o acesso à carga, oferecer alternativas para o exercício das respectivas atividades.

2- Operar na captação, seleção, contratação, organização e distribuição de cargas para o transporte rodoviário em geral e modais afins.

3- Adquirir, após prévia pesquisa de preço e apreciação de qualidade, gêneros, artigos, peças, máquinas, equipamentos e insumos em geral, de interesse do setor, para serem fornecidos aos associados a preço de custo, acrescidos das despesas necessárias para a manutenção operacional.

4- Proceder na distribuição eqüitativa dos serviços, através de rodízios que propiciem o trabalho de todos àqueles que estiverem à disposição para a execução dos serviços.

5- Criar serviços de transporte aos cooperados de conformidade com as leis sobre Cooperativismo, de modo a reduzir custos.

6- Criar serviços de recuperação de peças, pneus, veículos e tudo aquilo que necessitar o associado, permitindo-lhe um custo mais acessível dos referidos serviços.

7- Prestar assistência técnica, social e educacional, aos seus dirgentes, associados e empregados dentro das limitações de suas possibilidades financeiras e econômicas.

8- Para atender seus objetivos, a Cooperativa poderá abrir agências ou postos de atendimentos ou vendas em qualquer parte do território nacional ou internacional.

9- A Cooperativa operará sem qualquer finalidade lucrativa e observará rigorosamente os princípios fundamentais de cooperativismo, indiscriminação e neutralidade racial, social, política ou religiosa.

MISSÃO: Oferecer soluções logísticas aos clientes, gerando produtividade aos cooperados, promovendo o desenvolvimento da comunidade e preservando o meio ambiente.

VISÃO: Ser reconhecida no mercado pela excelência em soluções logísticas, remunerando adequadamente os ativos dos cooperados.


VALORES
1- O cooperado é nossa prioridade;
2- O contratado tem que ser cumprido: internamente, com os clientes e fornecedores;
3- Disciplina no cumprimento das normas e procedimentos internos;
4- Manter o ambiente de trabalho saudável, física e emocionalmente;
5- Ser uma cooperativa com gestão profissionalizada, pautada nos princípios do cooperativismo e de mercado.


PRICIPAIS CLIENTES
- CENPES (Centro de Pesquisas do Sistema Petrobrás);
- TRANSPETRO (BR);
- Petrobras Distribuidora S.A.;
- Petróleo Brasileiro S.A..


SERVIÇOS DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS OFERECIDOS
-
Cargas líquidas em geral;
- Produtos perigosos;
- Cargas secas em geral;
- Granéis em geral;
- Cargas fracionadas;
- Cargas sob temperaturas;
- Cargas especiais.


VANTAGENS DE CONTRATAR NOSSOS SERVIÇOS
-
Mais de 1.400 veículos agregados;
- Caminhões tanques, baús, carrocerias abertas e extensivas, utilitários, tocos, truck´s, carretas e bi-trens;
- Veículos novos e modernos que atendem as normas nacionais de transporte de produtos perigosos NBR 9734 E 9735;
- Instalações e veículos dentro dos padrões tecnológicos mais avançados de modo proporcionar operações seguras e eficientes;
- Resposta rápida e eficientemente a toda emergência causada pelas suas operações;
- Acondicionamentos de Resíduos - Limpeza - Neutralização;
- Remoção de Resíduos;
- Disposição Final de Resíduos;
- PRAD - Plano de Recuperação de Área Degradada;
- Assessoria Geral - Auto de Infração - Multas, Seguros, etc.;
- Recursos Humanos;
- Investigação pós ocorrência;
- Cumprimento de todas as leis vigentes sobre segurança, saúde e meio ambiente;
- Motivação de seus cooperados e colaboradores para condução de suas atividades de forma segura, divulgando e treinando-os sobre seus procedimentos;
- Avaliações adequadas de suas operações visando medir o progresso e assegurar o cumprimento desta política;
- Veículos rastreados e segurados. Monitoramento e posicionamento do produto em tempo real.


>> ÚNICA TRANSPORTADORA ATUANTE EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL


QUALIFICAÇÃO DOS MOTORISTAS
Nossos Cooperados/Motoristas são qualificados em direção defensiva e curso MOPP - Movimentação e Operações de Produtos Perigosos. (Em conformidade com a resolução N° 168/2004 do CONTRAN), além de todos os cursos profissionalizantes.

Licenças obrigatórias, de acordo com a Legislação Federal, Estadual e Municipal

a) POLICIA FEDERAL (Licença e registro);
b) MINISTÉRIO DE DEFESA EXERCITO BRASILEIRO (Certificado de registro);
c) IBAMA. (Certificado de registro);
d) FEEMA (Licença de operação);
e) PREFEITURA (Alvará de licença de funcionamento);
f) Órgãos do Meio Ambiente em todos os Estados da União.



:: CONHEÇA MAIS SOBRE O COOPERATIVISMO

Princípios
Os princípios cooperativistas são as linhas orientadoras através das quais as cooperativas levam os seus valores à prática e no Congresso realizado em comemoração ao Centenário da Aliança Cooperativa Internacional, em setembro de 1995, os congressistas, representando cooperativistas do mundo inteiro, consubstanciaram os princípios básicos do Cooperativismo, como sendo:

1- Adesão voluntária e livre - As cooperativas são organizações voluntárias, abertas a todas as pessoas aptas a utilizar os seus serviços e assumir as responsabilidades como sócios, sem discriminações de sexo, sociais, raciais, políticas e religiosas;

2- Gestão democrática e livre - As cooperativas são organizações democráticas, controladas pelos seus sócios, que participam ativamente na formulação das suas políticas e na tomada de decisões. Os homens e as mulheres, eleitos como representantes dos demais sócios, são responsáveis perante estes. Nas cooperativas de primeiro grau os sócios têm igual direito de voto (um membro, um voto); nas cooperativas de grau superior a organização também é democrática;

3- Participação econômica dos sócios - Os sócios contribuem eqüitativamente para a formação do capital das suas cooperativas e controlam-no democraticamente. Parte desse capital é, normalmente, propriedade comum da cooperativa. Os sócios recebem, habitualmente, se houver uma remuneração limitada ao capital integralizado como condição de sua adesão. Os sócios destinam os excedentes a uma ou mais das seguintes finalidades: desenvolvimento das suas cooperativas: Eventualmente através da criação de reservas, parte das quais, pelos menos será, indivisível; benefício aos sócios na proporção das suas transações com a cooperativa; apoio a outras atividades aprovadas pelos sócios;

4- Autonomia e independência - As cooperativas são organizações autônomas, de ajuda mútua, controladas pelos seus sócios. Se firmarem acordos com outras organizações - incluindo instituições públicas - ou recorrerem a capital externo, devem fazê-lo em condições que assegurem o controle democrático pelos seus sócios e mantenham a autonomia da sociedade;

5- Educação, formação e informação - As cooperativas promovem a educação e a formação dos seus sócios, dos representantes eleitos e dos trabalhadores, de forma que estes possam contribuir, eficazmente para o desenvolvimento do grupo. Informam o público em geral, particularmente os jovens e os líderes de opinião, sobre a natureza e as vantagens da cooperação;

6- Intercooperação - As cooperativas servem de forma mais eficaz aos seus sócios e dão mais força ao movimento cooperativo, trabalhando em conjunto, através das estruturas locais, regionais, nacionais e internacionais;

7- Interesse pela comunidade · Responsabilidade Social - As cooperativas trabalham para o desenvolvimento sustentado das suas comunidades, através de políticas aprovadas pelos cooperados.


Conceitos do Cooperativismo

a) Cooperativismo é um movimento internacional que busca constituir uma sociedade justa, livre e fraterna, em bases democráticas, através de empreendimentos que atendam às necessidades reais dos cooperados e remunerem adequadamente a cada um deles.
b) Cooperar é colaborar com outras pessoas para alcançar resultados comuns.
c) Cooperativa é uma sociedade de, no mínimo, 20 (vinte) pessoas físicas, com um interesse em comum, economicamente organizada de forma democrática, isto é, com a participação livre e igualitária dos cooperados, aos quais presta serviços, sem fins lucrativos.
d) Cooperativado é a pessoa que se associou a uma cooperativa.


  SOCIEDADE COOPERATIVA   SOCIEDADE MERCANTIL

  Sociedade de pessoas.

  Sociedade de capital.

  Objetivo principal é a prestação de serviços.

  Objetivo principal é o lucro.

  Quantidade ilimitada de cooperados.

  Quantidade limitada de acionistas.

  Assembléias "quorum": baseadas no número de cooperados.

  Assembléias "quorum": baseadas no capital.

  Controle democrático: um homem, um voto.

  Cada ação: um voto.

  Não é permitida a transferência das quotas-partes a terceiros, estranhos à sociedade. Transferência de ações a terceiros.

  Retorno proporcional ao valor das operações. Dividendo  proporcional ao valor das ações.


SÍBOLO DO COOPERATIVISMO
Emblema do cooperativismo: um círculo abraçando dois pinheiros, que indicara união do movimento, a imortalidade de seus princípios, a fecundidade de seus ideais, a vitalidade de seus adeptos. Tudo isto marcado pela trajetória ascendente dos pinheiros que se projetam para o alto, procurando subir cada vez mais.
Antigamente o pinheiro era tido como um símbolo da imortalidade e da fecundidade, pela sua sobrevivência em terras menos férteis e pela facilidade na sua multiplicação.
O círculo representa a vida eterna, pois não tem horizonte final, nem começo, nem fim.
O verde-escuro das árvores lembra o princípio vital da natureza. O amarelo-ouro simboliza o sol, fonte perene de energia e calor.

Dia Internacional do Cooperativismo
Foi instituído em 1923, no Congresso da Aliança Cooperativa Internacional (ACI), com o objetivo de comemorar, no primeiro sábado de julho de cada ano, a confraternização de todos os povos ligados pelo cooperativismo.



2010 COBRASCAM - Rodovia Presidente Dutra, 555 - Parada de Lucas - RJ / (21) 3448-9090
Todos os direitos reservados.